Concessionária Volkswagen não venderá mais Fusca no Brasil

Em 2012 foi lançado, no Salão do Automóvel de São Paulo, o hatch com motor 2.0 TSI de 200 cv de potência, ele era importado da fábrica de Puebla, localizada no México, mas, a nova versão não atingiu o objetivo pretendido e, desta forma, a Volkswagen pode deixar de fabricar o Fusca, um carro muito querido pelos brasileiros.

Veja Mais »

Onde tirar a Carteira Nacional de Habilitação social?

Obter a Carteira Nacional de Habilitação não depende apenas de querer ou estar apto para dirigir algum veículo, depende também de dinheiro, já que todo o processo da autoescola, exames e taxas do Detran não ficam baratos. Mas, o que poucos sabem, é que em alguns Estados brasileiros é possível tirar a CNH social, e o melhor, de forma gratuita.

Veja Mais »

Recalls nos airbags: 84% não foram feitos

Segundo o Denatran, o produto automotivo que mais teve problemas entre os anos de 2013 e 2016 foram os airbags, porém 84% dos automóveis chamados para realizar o recall não compareceram, ou seja, são 2,2 milhões de veículos circulando pelo país com seu airbag apresentando problemas.

Veja Mais »

Condutores poderão parcelar as multas de trânsito

Os condutores que já cometeram alguma infração e receberam alguma multa sabem que, muitas vezes, é complicado de fazer o pagamento da mesma, por falta de dinheiro e este ser um gasto extra, ou seja, um gasto não programado nos gastos mensais. Porém, a boa notícia é que o Conselho Nacional de Trânsito, CONTRAN, divulgou regras novas para o pagamento das multas.

Veja Mais »

Infrações que apreendem o veículo

São muitas infrações que os condutores devem estar atentos para não cometerem enquanto dirigem, já que elas dão pontuação na Carteira Nacional de Habilitação, correndo o risco de perder a CNH após certa quantidade de pontos, multas em dinheiro e, muitas infrações, também causam a apreensão do veículo.

Veja Mais »

Valores das multas

Desde o dia primeiro de novembro do ano passado, ou seja, de 2016, as multas ficaram mais caras e, algumas, mudaram de categoria. Quem recebe infrações leves, por exemplo, atualmente, deve pagar R$ 88,38, 66% a mais do valor anterior.

Veja Mais »