Combustíveis aditivados


Os combustíveis aditivados, na maioria das vezes, são produtos mais caros do que os comuns e, por isso, muitas pessoas acabam não os utilizando. Mas, e como são feitos estes tipos de combustíveis?



A base da gasolina aditivada, de acordo com informações da Petrobrás, é a gasolina comum. Para se tornar aditivada, é adicionado à gasolina comum um pacote de aditivos detergentes e dispersantes, os quais são responsáveis por manter limpos os itens que entram em contato com o combustível, ou seja, manter os bicos injetores ou carburador, as válvulas, a câmera e o cabeçote limpos.

A coloração dos combustíveis aditivados também é diferente, já que os fabricantes usam corantes para diferenciá-los dos comuns. Porém, mesmo assim, a octanagem da gasolina comum e da aditivada é a mesma. É na base de distribuição que a gasolina recebe a aditivação, onde usam sistemas de misturadores, os quais colocam os aditivos de forma simultânea com o carregamento dos caminhões tanque.

Os benefícios de usar a gasolina aditivada são: manter as características originais dos sistemas de injeção e evitar a formação de depósitos nos injetores e válvulas de admissão. A aditivação do etanol é igual à da gasolina, porém, os combustíveis renováveis tem a queima mais limpa e geram quase nenhum depósito.




Você precisa de ajuda para regularizar o documento de seu veículo? Recebeu uma notificação de infração de trânsito (multa) e e deseja recorrer? Então você precisa de um Despachante Online. Conheça nossos serviços. Saiba mais.
Este site divulga conteúdos baseados em informações do Detran de seus respectivos Estados, e facilitando a vida do cidadão com informações sobre Multas, IPVA, CNH, Agendamentos, além de dicas sobre o trânsito e concursos públicos promovidos pelo órgão.
Dessa maneira, estamos à disposição do cidadão brasileiro para oferecer informações, e que esta se reverta em facilidades.