Os, popularmente, conhecidos como pneus verdes estão ficando cada vez mais conhecidos e requisitados no meio automotivo por causa dos seus inúmeros benefícios.

Uma das características dos pneus verdes é a baixa resistência ao rolamento, o que faz com que ele tenha mais eficiência energética e diminua as emissões que fazem mal ao planeta, além de consumir menos combustível, já que 20% de todo o combustível gasto em um veículo é por causa do atrito com o solo. Em relação à aparência, os pneus convencionais e verdes são iguais, o que muda é a composição dos dois, já que o pneu verde possui dióxido de silício no lugar de parte do negro de fumo, componente que fortalece a borracha e é essencial para construir os pneus. A sílica faz o mesmo efeito que o negro de fumo, mas produzindo menos calor no atrito com o solo, o que resulta em menos desperdício de energia.

Atualmente, de acordo com informações da ANIP, Associação Nacional da Indústria dos Pneumáticos, não há uma regulamentação definida para a classificação de um pneu como “verde”, já que muitos tipos de pneus estão recebendo a sílica em sua composição. Portanto, quando você for comprar novos pneus, verifique o Programa Brasileiro de Etiquetagem de Pneus para analisar a resistência que eles possuem ao rolamento, o desempenho de frenagem em piso molhado e o nível de ruído que eles emitem.


Você precisa de ajuda para regularizar o documento de seu veículo? Recebeu uma notificação de infração de trânsito (multa) e e deseja recorrer? Então você precisa de um Despachante Online. Conheça nossos serviços. Saiba mais.