Saiba como recorrer a multas de trânsito no DETRAN-MG

Todo proprietário de veículo do Estado de Minas Gerais que quer entrar com recurso de multa deve iniciar o processo preenchendo o formulário do Detran-MG para a defesa de autuação. Veja abaixo o formulário que deve ser preenchido manualmente. Após, anexe aos outros documentos solicitados para a defesa de autuação.

Novo sistema para recorrer multas no DETRAN-RJ

Foi criado um novo sistema para recorrer a multa de trânsito no Detran-RJ, pioneiro no país, é uma forma para trazer praticidade e rapidez para o brasileiro. Para dar início ao processo para recorrer a alguma multa, no que souber da infração, a pessoa deve acessar o site Carioca Digital e, depois de se cadastrar, clicar em “veículo”, onde terão os serviços sobre infrações.

Em São Paulo, multas de trânsito crescem 43% em 2015

Os motoristas da cidades de São Paulo sofreram em 2015 13,3 milhões de multas no ano passado. Em comparação a 2014, houve um aumento de 595% nas infrações. Um dos maiores vilões dessa estatística é o número de multas por estacionamento proibido, que foi de quase 1,2 milhão em 2015. A conta inclui estacionamento em horários e locais proibidos.

Calendário de Vistoria – DETRAN-RJ

Todos os veículos registrados no Estado do Rio de Janeiro devem ser vistoriados todo ano, não deixe de verificar qual será o prazo da vistoria para seu automóvel. Os postos de vistoria atendem de segunda-feira a sábado, de 7h15 às 18 horas, e é necessário o agendamento do serviço.

Infrações / Multas PA – Detran Pará

Proprietários de veículos do Estado do Pará podem verificar sobre multas, débitos financeiros e restrições. Normalmente, o prazo para o vencimento da multa é longo e tem descontos, então você poderá organizar quando será a melhor data para pagá-la. Mas não deixe atrasar, pois, além de pagar o valor inteiro, pode lhe trazer problemas no momento de solicitar o licenciamento anual obrigatório e seu veículo ficará impedido de circular.

IPVA 2016 PA – Detran Pará

O IPVA é um imposto obrigatório que deve ser pago todo ano por proprietários de veículos, além disso, caso não seja pago, o contribuinte não consegue emitir o CRLV (Certificado de Registro e Licenciamento de Veículo), o que comprova que o automóvel está apto a circular, segundo a legislação brasileira de trânsito.